quinta-feira, 8 de julho de 2010

Homens, mantenham a pança grande e saudável. Pelo bem do mundo, da sociedade e da humanidade

Muito se tem discutido sobre a tendência atual do homens ostentarem uma barriga grande e redonda, a chamada "pança de chope". As mulheres dizem não gostar e alguns homens (pasmem!) se envergonham quando se vêem carregando uma replicata de uma bola de futebol abaixo dos pulmões.

Mas eu digo: who cares?

Olha a felicidade no rosto desse cara. Seja feliz você também.

Homens, continuem sustentando suas panças. Pelo bem do mundo, da humanidade e da sociedade.

A barriga de um homem é como a juba de um leão ou os chifres de um cabrito montês. Eles representam poder, virilidade e masculinidade. Vejamos os argumentos:

Se um homem tem uma barriga grande, é sinal de que se alimenta bem. Ora, pra se alimentar bem, é necessário ter dinheiro para tanto, logo, uma barrigona representa que seu portador é rico.

Também podemos citar o fato de que a moda é feita para homens com a nefasta "barriga de tanquinho". Se um homem com barrigão se veste, é sinal que ele teve que procurar MUITO para achar uma roupa que lhe caísse bem. Isso mostra que ele é um cara compenetrado, aplicado em suas buscas, que não desiste por nada de seus objetivos.

Outra coisa importante é o fato de que somos bombardeados o dia inteiro sobre o mito do corpo perfeito, e que existem inúmeras maneiras de se conseguir isso. Se um cara continua barrigudo sendo incessantemente exposto à tais propagandas, significa que ele é, mais uma vez, alguém compenetrado em seus objetivos, que não se dobra aos estigmas sociais, que não se deixa levar pela massa burra nem ser controlado pela mídia estúpida. Podemos ver aí um claro sinal de maturidade mental!


Olhem só como esse senhor consegue dormir o sono dos justos em um banco de praça. Ele sabe que esá seguro, mesmo estando tão exposto. Claro, ele tem plena consciência do que está carregando: uma típica barriga de macho. Chega a ser emocionante ver como ele a abraça.

Outra coisa importante é o formato do barriga: o círculo. O círculo é a forma mais perfeita da natureza. Desde os tempos mais promórdios, o homem das cavernas aprendeu a revereciar o círculo. O círculo inspirou a criação da roda, que moveu o homem pra fora das carvernas para a boa vida em sociedade; inspirou mais tarde as engrenagens, que possibilitou a criação de máquinas que facilitaram nossas vidas. Muitos astrônomos, matemáticos e estudiosos antigos acreditavam que o círculo era a assinatura do Criador na Terra. Ou seja, carregar uma barriga perfeitamente redonda é quase como ser um marco histórico-religioso ambulante!

Mais uma coisa importantíssima é a mobilidade que só um barrigão pode proporcionar: nas proporções corretas entre carne, ossos e gordura, uma barriga de verdade pode sustentar uma onda de choque durante segundos à fio. Experimente bater na sua barriga, caso tenha uma. Podemos criar um correlação interessante entre este movimento e a vida: A vida é representada pela mudança, pela energia sendo transferida, pelo movimento que gira a grandiosa roda da vida. A falta de movimento representa seu oposto, a morte. E o que não se movimenta como um barrigão de verdade? Uma merda de uma barriga de tanquinho!

Ter uma barriga de tanquinho envolve ficar horas e horas por dia malhando repetidamente. Ficar repetindo um ato durante muitas horas diariamente, pra mim, é sinal de uma mente bitolada e condicionada. Um homem com barriga grande a conseguiu sendo espontâneo, livre, feliz e satisfeito, resumindo, sendo um homem.




Carregar uma barriga grande pode ter um efeito psicológico positivo na mente de uma mulher, estando esta grávida. Toda mulher quando está esperando um bebê se sente deformada pela grande barriga que está carregando. Se seu marido também carregar um barrigão, é sinal de que ele é um cara sensível, capaz de passar pelas mesmas provações que sua esposa passa naquele momento e ainda ficar satisfeito com isso. Pra mim, é uma das mais belas lições de moral que um homem pode passar para sua companheira.

E um aviso para as mulheres: parem de importunar seus namorados e maridos por causa das barrigas deles. O homem foi criado para se apoiar na mulher, e a mulher para se apoiar no homem. O que é melhor para se apoiar e conseguir consolo, carinho e aconchego? Numa barriga fofinha e redonda ou numa barriga dura e fria? Experimente dormir uma noite usando uma tábua de mármore embaixo da cabeça, tenho certeza que sentirá falta dos travesseiros macios.

Pra finalizar, gostaria de deixar um último argumento contundente: tanquinhos só contam com uma torneirinha de nada. Em oposição, grandes máquinas de lavar tem mangueiras enormes. Reflitam.



3 comentários:

Anônimo disse...

isso se chama o cú de cana verdadeiro

Anônimo disse...

depois dessas ai, tenho q comer menos!

Anônimo disse...

Quanta bobagem!
Relaxado é quem fica com essa barriga.
Mostra que não tem amor pela vida e está pedindo um infarto. Não tem a menor noção de nutrição, é um glutão sem objetivos.
Pessima postagem. Obesidade é doença!

Marcadores